fbpx

Aluguel residencial tem aumento de 0,21% em maio, após alta de 1,40% em abril, aponta FGV.

Aluguel residencial sobe 0,21% em maio, após alta de 1,40% em abril

O mercado de aluguel residencial apresentou um aumento de 0,21% em maio, de acordo com dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Essa variação vem após uma alta de 1,40% registrada no mês de abril.

Esses números mostram que os preços dos aluguéis continuaram a apresentar uma trajetória de crescimento, embora em um ritmo mais moderado em comparação ao mês anterior. Esse pequeno avanço no segmento residencial pode ser reflexo tanto da retomada da economia quanto do aumento da demanda por imóveis para aluguel.

Os dados levantados pela FGV mostram que a região que registrou a maior alta nos preços de aluguel residencial em maio foi o Rio de Janeiro, com uma variação de 0,64%. Já São Paulo mostrou um aumento de 0,22% e o Distrito Federal teve uma elevação de 0,41%.

Por outro lado, algumas cidades apresentaram queda nos preços de aluguel residencial. Em Belo Horizonte, por exemplo, houve uma redução de 0,41%, enquanto em Salvador a diminuição foi de 0,11%.

Essas oscilações nos preços dos aluguéis residenciais podem ser influenciadas por diversos fatores, tais como a oferta e demanda por imóveis, custo de vida, localização e condições econômicas regionais. É importante ressaltar que esses dados são uma média geral e que as variações podem ser maiores ou menores em diferentes regiões e bairros.

Ainda de acordo com a FGV, nos últimos 12 meses o aumento acumulado dos preços de aluguel residencial ficou em 4,78%. Esse número indica que, mesmo com uma leve desaceleração em maio, os aluguéis têm apresentado uma tendência de alta.

Para os proprietários de imóveis para aluguel, esse aumento nos preços pode ser favorável, já que proporciona uma maior rentabilidade dos investimentos. Porém, para aqueles que procuram por um imóvel para alugar, essa elevação pode representar um maior custo mensal.

É importante que tanto os proprietários quanto os inquilinos estejam atentos às condições do mercado imobiliário para tomar decisões mais assertivas. A escolha de uma boa localização, comodidades, negociação adequada e análise das tendências do mercado podem fazer diferença tanto na rentabilidade dos investimentos quanto no orçamento mensal dos inquilinos.

Em resumo, os preços dos aluguéis residenciais tiveram um aumento de 0,21% em maio, seguindo uma alta de 1,40% em abril, de acordo com a FGV. Esses números demonstram a continuidade da tendência de crescimento, embora em um ritmo mais moderado. É importante acompanhar as variações nos preços e as condições do mercado imobiliário para tomar decisões informadas sobre aluguel de imóveis.

Rolar para cima